Juliana Goes une o jornalismo ao YouTube

JulianaGoes.png
“É muito gostoso trabalhar online, eu sou muito grata por isso. Mas, com a maternidade, sinto que a internet praticamente ´engole` a gente. Então eu estou me disciplinando para ficar o suficiente na internet e viver o suficiente no offline.” – Juliana Goes, sobre sua carreira na internet (Foto: reprodução do YouTube)

Denise Gabrielle e Vitória Sanches – 1º semestre de Jornalismo

Juliana Goes começou sua carreira de comunicadora com seu canal no YouTube e no seu blog pessoal. Desde de sua infância, tinha o sonho e a ambição de trabalhar na televisão, além de possuir projetos autorais, como o lançamento do seu livro, que ocorrerá no meio deste ano. Formada em Jornalismo pela Universidade Católica de Santos (UniSantos), ela fez sua pós-graduação em Cinema, o que a auxiliou muito na sua atual atividade: youtuber.

Na produção de seu canal, Juliana conta com uma equipe formada por fotógrafo, editor e cinegrafista, apesar de ressaltar que aplica seus aprendizados em audiovisual quando necessário. Sua formação facilitou a comunicação com profissionais de outras áreas, já que ela passou a “falar a mesma língua” que eles. “Sei suprir alguma necessidade, editar, escrever uma pauta e me sinto uma profissional muito mais completa. Tudo o que eu aprendi eu aplico no meu trabalho hoje, todos esses conhecimentos foram utilizados”, disse a influenciadora digital à reportagem do DONC.

Quando questionada sobre seu interesse na área cinematográfica, a jornalista ressaltou seu desejo de ampliar seu conhecimento adquirido na faculdade, na tentativa de tornar-se mais auto suficiente no processo produtivo de seus materiais. A comunicadora aponta as mudanças ocorridas nos meios de comunicação nos últimos tempos e enxerga a revolução tecnológica e as novas plataformas como algo natural, desde que ocorra a manutenção do direito de liberdade de expressão.

Em relação a rapidez e a fluidez das informações, motivadas pelo dinâmico compartilhamento via redes sociais, reconhece a importância da veracidade e do questionamento do público: “Você pode ter mais informação hoje em dia, mas em contrapartida, nem sempre a informação que a gente recebe tem tanta credibilidade. As pessoas têm uma tendência de clicar no botão de compartilhar sem questionamento das fontes, sem o questionamento da informação em si”.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s