Em visita do DONC à Abril, editora comenta novas características do mercado de trabalho

As mudanças no mercado de trabalho atingiram também o conceito que as pessoas têm do sucesso. Em visita da equipe do DONC à Editora Abril, Vanessa Vieira, editora-chefe da revista Você S/A, conta que atualmente os profissionais almejam muito mais uma combinação entre conforto, identificação e remuneração, do que apenas o dinheiro. “Hoje em dia sucesso não é entregar a vida nas mãos de uma empresa. É ter experiências fortes no âmbito pessoal, uma fonte de renda com conforto”, diz Vanessa.

A jornalista afirma que os colaboradores, além de desejarem crescimento dentro da empresa, buscam também aumentar seus conhecimentos por meio de suas experiências. Por isso os profissionais de hoje em dia estão sempre ligados em novas oportunidades.

Vanessa compara os dias de hoje com antigamente, quando só se procuravam novas oportunidades no momento de desemprego, e os anúncios eram feitos apenas pelos jornais. Agora a procura ficou muito mais facilitada pelas plataformas digitais, como o LinkedIn, que fazem com que mesmo os profissionais empregados estejam sempre de olho em novas áreas.

Além disso, no mercado de trabalho brasileiro percebe-se uma maior participação das mulheres, hoje mais qualificadas que os homens, estando em maior número entre graduados e pós-graduados. Esse é um resultado de políticas adotadas pelas empresas que estimularam outras mulheres a crescerem. O mesmo movimento se repete com as classes mais baixas, que ganham espaço.

Uma questão importante destacada por Vanessa é a importância de buscar companhias que possuam valores semelhantes aos seus, para que a experiência profissional não entre em contradição com suas expectativas pessoais. Ela afirma ainda que a nova geração tende a ser mais questionadora, buscando cada vez mais a nova visão de sucesso.

Confira abaixo a jornalista falando mais sobre o perfil dos novos profissionais:

 

A editora-chefe da Você S/A diz que não se deve achar que a tecnologia surgiu para atrapalhar e roubar empregos, mas para provocar os profissionais a procurar novos modelos de negócio e produção. “É um processo que não tem volta. O grande desafio para nós, profissionais de comunicação, é justamente achar nosso papel para nos diferenciar, como produzir um controle de qualidade que continue sendo interessante para as pessoas”, afirma Vanessa.

Ana Fontes e Julia Morita – 1º semestre de Jornalismo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s