O que a comunicação tem a ver com o terceiro setor?

Laura Daudén, jornalista da Conectas Direitos Humanos, conta pra gente

Laura Daudén é uma jornalista que resolveu inovar. Sua vontade de mudar realidades, junto com a sua formação jornalística, a fez querer procurar um trabalho além da redação.

conectas
Divulgação

 

Quando um jovem ingressa em uma faculdade de jornalismo, a sua ideia de trabalho no futuro, na maioria das vezes, é de escrever em jornais ou revistas. Porém as opções de trabalho ultrapassam essa restrita área da redação tradicional. O jornalismo, por exemplo, vem ganhando cada vez mais espaço no terceiro setor, como em ONGs e trabalhos voluntários.

A equipe do DONC esteve na ONG Conectas Direitos Humanos e entrevistou a jornalista Laura Daudén, que atua na organização. Ela contou que tanto a Conectas quanto muitas outras ONGs estão percebendo como o trabalho do jornalista pode ser produtivo e muitas vezes necessário à divulgação da organização.

DONC – O que é a Conectas?

Laura Daudén – A Conectas é uma organização não-governamental de Direitos Humanos, fundada no Brasil em 2001. Ela atua em três grandes áreas principais: a justiça, que trabalha temas nacionais como acesso a defesa, prisões, torturas, direito ao protesto, debate constitucional, tudo que tem a ver com violações que acontecem aqui no país, muito ligadas ao sistema de justiça. A segunda grande área é a política externa, que tenta monitorar não só a posição do Brasil, mas também de outros países, que a gente chama de emergentes, no cenário internacional. A gente trabalha para que a política externa seja vista também como uma política pública, para que as pessoas realmente vejam a política externa como um espaço de debate, de construção e principalmente como uma política pública. E uma terceira grande área, que na verdade é a área na qual se origina a Conectas, que é a área de Sul-Sul. A ideia desse programa é unir e conectar defensores e organizações do que a gente chama de Sul Global, que é uma área muito mais política do que geográfica – América Latina, África e Ásia, para que essas organizações estejam fortalecidas, possam compartilhar experiência e possam atuar internacionalmente em defesa dos direitos humanos. Esse programa promove os grandes eventos da Conectas e é responsável pela publicação da revista Sur.

DONC – Qual o principal intuito dessa revista?

Laura Daudén – A Revista Sur combina prática e teoria, também para criar conceitos a partir do sul para o sul. Ela é publicada semestralmente e, a partir do número 21, também passou a ser digital. Ela já tem mais de 100 edições e agora, com o digital, a ideia é ampliar ainda mais o alcance dessa publicação. Ela é feita por muitos atores, não só jornalistas, por ser uma revista com uma cara muito mais acadêmica do que jornalística. Mas ela também é uma revista de atualidades. Tem toda uma equipe editorial que é formada por advogados, por cientistas sociais. É bastante diversificada e multidisciplinar.

DONC – Qual a principal diferença de uma redação tradicional para a que vocês trabalham?

Laura Daudén – A grande diferença é que aqui a gente tem um objetivo muito claro. O objetivo na redação é comunicar bem, fazer uma boa reportagem, uma boa apuração. Aqui o nosso objetivo vai além do produto informativo. Nosso objetivo é transformar a realidade, não é só comunicar. A comunicação é um meio, uma das ferramentas que a gente usa para transformar a realidade. Eu acho que aqui a gente faz comunicação com propósito, com objetivo.

DONC – Como o jornalista pode atuar aqui?

Laura Daudén – A Conectas, assim como outras organizações como nós, tem percebido cada vez mais que a comunicação não é só uma coisa para registro. Ela existe para ação. É algo estratégico para alcançar os objetivos dos programas e não está descolada da ação. Então, a gente serve aos programas, a gente constrói juntos estratégias de comunicação, de mobilização, de campanha e tenta, junto com os programas, alcançar os objetivos. Nesse sentido, as estratégias são as mais variadas, desde do contato com a mídia até produção de conteúdo paras as nossas próprias plataformas – site, redes sociais – até contatos institucionais com as pessoas que estão orbitando ao redor da organização, com os estudantes universitários, com todos esses públicos. O trabalho depende do caso, do objetivo do programa. A gente traça uma estratégia de comunicação, que não está fechada só na produção de conteúdo. A gente pensa a comunicação de uma maneira bem mais abrangente.

DONC – Existe algum programa de estágios para jornalistas dentro da Conectas?

Laura Daudén – Tem um programa de estágio, inclusive estamos com uma vaga na área de comunicação. Acontece sempre no final do ano. A Conectas é bem aberta, tem muitas vagas sempre. E tem um programa de voluntariado bastante importante. Então dá para os estudantes se inscreverem também como voluntários. A ideia desse programa é que realmente seja uma porta de entrada. Não é só para a pessoa vir aqui e fazer uma ideia. As pessoas realmente se envolvem na organização e continuam aqui de outras maneiras. Todos os editais para as vagas são públicos. A gente publica no Facebook, no Twitter e outras plataformas.

DONC – O que um jornalista deve ter para trabalhar aqui?

Laura Daudén – Primeiro de tudo, senso crítico, não só em relação à realidade, mas em relação ao próprio trabalho da organização. Costumamos a falar que nós acabamos atuando aqui dentro como um ombudsman. Nós somos os caras chatos, que ficam fazendo perguntas para os programas, porque a gente sabe que essas são as perguntas que a sociedade vai fazer lá fora. Em segundo lugar, a capacidade de estar muito bem informado, porque toda a nossa atuação é em cima do que está acontecendo no mundo agora. Outras capacidades são técnicas, como ter um bom texto, saber escrever em uma velocidade legal, saber fotografar, mas eu diria que isso é secundário.

Karina Ernandes (2º semestre de Jornalismo)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s