Estágios em grandes empresas de comunicação: Na Televisão

Arte: Beatriz Consolin (2º semestre de Jornalismo)
Arte: Beatriz Consolin (2º semestre de Jornalismo)

Grandes emissoras de televisão são alvos para muitos estudantes de comunicação que buscam vagas de estágio. Entretanto, nem todos conhecem seus longos processos seletivos. Por isso, o De Olho Na Carreira conversou com alunos de jornalismo da ESPM-SP sobre suas experiências profissionais em televisão.

Ezio Consonni, agora no oitavo semestre, começou a estagiar no quinto e aconselha a iniciar o mais cedo possível “Faça estágio, quanto mais cedo você começar, mais chances você tem de entrar em uma empresa grande”. Ezio, no momento, é estagiário da Rede Globo de Televisão e afirma que não há uma receita para se preparar e que o mais importante é ser você mesmo. “Não tem muito como você se preparar. Esses processos não buscam saber se a pessoa sabe falar cinco línguas, eles avaliam muito mais o caráter, o perfil e como o candidato é no dia-a-dia trabalhando com os colegas”, diz. O estudante ressalta a importância de ingressar nesses programas. “Na Globo, eu consigo ver como o jornalismo vai além dos apresentadores e que existem muitas outras funções por trás. Fazer estágio muda a sua cabeça, a sua relação com seus colegas de trabalho e tem muito a acrescentar no aspecto pessoal”, conta.

Anita Efraim, aluna do quinto semestre de jornalismo, é estagiária na emissora esportiva ESPN. Ela recebeu sugestão de um professor para fazer o processo seletivo da empresa e a decisão ocorreu de maneira despretensiosa. Antes do processo, Anita ressalta ser considerável conhecer a instituição para facilitar o desempenho do candidato, “é importante pesquisar sobre a empresa e saber suas características”. Para a estagiária, é um diferencial enorme estar em um programa de empresas como a ESPN e o jogo de cintura adquirido é muito válido. “Com o estágio você fica muito na frente em relação aos outros alunos que não o fazem, o dia-a-dia trabalhando acrescenta muito”, afirma. Ela julga essa etapa como um aprendizado fundamental na carreira de qualquer estudante. “Você aprende a como lidar com seu tempo e a organizar sua rotina. A faculdade não alivia, você deve saber equilibrar o estágio e o curso”, conclui.

A estudante de jornalismo Giovanna Vieira sempre teve o sonho em trabalhar em televisão. Por isso, fez um curso com duas repórteres da Record que a auxiliaram muito. Giovanna foi persistente ao procurar um contato na emissora e enviar seu currículo. Assim, ela foi chamada para uma entrevista e então contratada como estagiária na emissora. A estudante conta que se preparou pesquisando sobre a história da empresa, cada programa e apresentadores, além da linguagem e público-alvo da empresa. “É importante olhar no site e também nas principais redes sociais do canal”, aconselha Giovanna. A jornalista conta que começou a ver na prática tudo o que os professores falam dentro de sala e recomenda muito a experiência do estágio. Ela diz que o mais importante é “ver, todos os dias, como nossa profissão exige responsabilidade, respeito e qualidade”.

Isabella Sarafyan (3º semestre de Jornalismo)

Rafaela Ribeiro (2º semestre de Jornalismo)

 +Deseja trabalhar em uma grande redação? Veja mais sobre estágios em grandes empresas de mídia impressa. 

+Quer saber mais detalhes sobre os processos seletivos em grandes veículos de comunicação? Clique aqui e assista ao vídeo.

2 comentários Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s