Controle da ansiedade é essencial para jovens que procuram vagas de estágio

Foto:Divulgação
Ansiedade demasiada é um fator que pode atrapalhar no processo de seleção Foto:Divulgação

Com o mercado de trabalho cada vez mais concorrido e exigente, a ansiedade toma conta de jovens que procuram por estágio. Sabendo dessa concorrência, estudantes do ensino superior enviam currículos para diversas empresas com o objetivo de aumentar as chances de empregabilidade. No entanto, essa expectativa gera ansiedade antes, durante e depois de uma entrevista à vaga de estágio dos sonhos.

No dicionário Aurélio, a palavra ansiedade é derivada do latim anxietate, que significa ânsia – definida como uma aflição, angústia, isto é, perturbação de espírito causada pela incerteza, ou pelo receio.

Segundo o site da Associação Brasileira de Estágios (ABRES), apenas 12,8% dos estudantes de nível superior estagiam. Porém, o motivo está na falta de disponibilidade de vagas. Para os estados da região sudeste, onde se concentram mais de três milhões de estudantes, existem apenas 102 mil vagas de estágio por ano.

Causas da ansiedade

Transparecer sinais de ansiedade durante uma entrevista é normal, mas o domínio sobre esse sentimento, também é importante. Segundo a psicóloga e orientadora educacional Valéria Arruda, essa ânsia é causada nos jovens por conta da expectativa e pressão, que muitas vezes podem vir dos familiares. “Os pais sentem a necessidade de ver a evolução e o crescimento do filho, e, para mostrar resultados, o estudante se apavora para conseguir atingir os objetivos desejados pela família”.

Saber controlar a ansiedade também é uma solução na hora da avaliação do candidato. “Cada estudante age de maneira diferente; as empresas, também. Por isso, a ansiedade pode ser prejudicial durante uma entrevista”, diz Valéria.

Manoela Costa, gerente da Page Talent, especializada em atração, seleção e desenvolvimento de estagiários e trainees, diz que a ansiedade é característica comum nos jovens. Isso acontece porque eles têm acesso rápido às informações e querem ser reconhecidos pelas suas qualificações.

“Ao observar as configurações atuais das corporações percebemos a impaciência dos jovens em esperar o desenvolvimento convencional de algumas empresas. Por um lado é positivo pelo dinamismo, proatividade e autonomia desses profissionais, e por outro, é prejudicial pela dificuldade em lidar com a hierarquia, com prazos e regras existentes” afirmou Manoela.

A estudante de jornalismo, da ESPM, Carolina Gomes, participou de diversas entrevistas de estágio, sendo que algumas empresas responderam de imediato, umas demoraram dias, outras nem fizeram questão de responder. Para ela, a demora causava sofrimento antecipado. “O nervosismo e a ansiedade aumenta a cada dia que eu checava meu e-mail e não tinha resposta”.

Dicas de como lidar em uma entrevista de estágio são eficazes para aqueles que estão prestes e passar por esse tipo de situação. Fabiana Zurita, gerente de atração da Cia de Talentos – consultoria especializada no recrutamento e na seleção de gerentes e altos executivos – comenta alguma delas:

  1. Em dinâmicas de grupo, não é adequado falar demais ou interromper outros candidatos.
  2. Seja você mesmo, não tente criar “um personagem”, pois não é possível mantê-lo por muito tempo.
  3. Participe ativamente das atividades propostas. Mostre proatividade, ou seja, trabalhe. A empresa tem que conhecer o candidato, e precisa de conteúdo e evidências para avaliá-lo.
  4. Saiba ouvir o entrevistador. Não tente adivinhar o que ele quer ouvir, nem responda algo que ele não queira ouvir. Não seja prolixo, nem traga respostas “prontas”.
  5. Respeite o “código de vestimenta” da empresa (pesquise se é informal ou formal). Embora não haja traje padrão para ir a uma entrevista, recomenda-se vestir-se social e discreto.
  6. Fale português corretamente, principalmente em concordância verbal e singular/plural. Parece algo óbvio, mas candidatos falam gírias e palavrões. Também não é adequado ser informal, pois o entrevistador “não é seu amigo”.
  7. Reserve sua agenda para a entrevista. Nada de ficar olhando o relógio ou demonstrar impaciência. Prepare-se caso o entrevistador se atrase ou a entrevista seja mais longa.

Cacá Junqueira (5º semestre de Jornalismo)

Giovanna Vieira (1º semestre de Jornalismo)

1 comentário Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s