Jornalismo econômico acessível

em

Carlos Dias conta sobre sua trajetória na carreira e os caminhos que o levaram a criar o Meu Barão

Luiza Müller, 2º semestre de Jornalismo, e Luiza Consul, 4º semestre de Jornalismo

 

No dia 19 de setembro o DONC recebeu o jornalista Carlos Dias para um bate-papo sobre economia, empreendedorismo e autonomia. Experiente na área de mercado de capitais, Carlos trabalhou em uma série de veículos influentes, tal como Gazeta Mercantil, CNN e Reuters. Apesar da atuação nos grandes veículos, o jornalista procurava sua voz meio à área do jornalismo econômico, encontrando-a em um site de idealização própria, o Meu Barão.

meu barão

Visando a adaptação da linguagem econômica, comumente apresentada de forma rebuscada nos veículos tradicionais, Carlos nos aponta uma alternativa, escrevendo sobre temas recorrentes em nossas rotinas de forma clara e concisa. Inicialmente receoso de adentrar tal campo, hoje o jornalista se mostra completamente imerso no universo das finanças, se apaixonando, principalmente, pelas novas possibilidades de produção de conteúdos jornalísticos independentes. Quando questionado do porquê de empreender, a resposta foi rápida: “Empreendi porque achei que esse era o caminho”.

Entre outras finalidades, o Meu Barão também funciona como um sistema de feedback de serviços bancários (como um TripAdvisor do setor financeiro) e um guia de investimentos e empréstimos, explorando, assim, o mercado financeiro atual e contribuindo para a consciência financeira de quem o segue.

Mais além, construindo o cenário de sua atuação na área, contou-nos sobre a ascensão do jornalismo econômico por conta da censura proveniente da ditadura militar, quando o foco da produção jornalística passou da política para outros assuntos, como a economia.  Adicionou, também, que frente aos desafios da área, é necessário possuir exatidão, responsabilidade e bom planejamento de tempo. Para ele, lidar com economia significa mexer com algo sensível do ser humano: o bolso.

Para Carlos, os futuros jornalistas devem buscar conhecimento além do que é oferecido na faculdade. Ele recomenda que os estudantes comecem a produzir conteúdo de forma independente, e ressalta a importância de investir em cursos sobre CEO, técnica digital e Google Analytics e jornalismo de dados – competências atualmente exigidas a candidatos de programa de estágio e trainee.

Conheça e participe do Meu Barão. Acesse: http://www.meubarao.com.br/

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s