Especialista ensina passo a passo para quem procura o primeiro emprego

Conseguir um estágio ou o primeiro emprego é uma grande preocupação para quem está na faculdade, principalmente quando a formatura se aproxima. Pensando nisso, o DONC conversou com Daniela Guimarães, gerente de recrutamento e seleção na empresa Page Personnel, que atua na área de recrutamento especializado, para ouvir dicas do que fazer, e o que não fazer, em um processo de seleção.

Currículo

O primeiro passo para conseguir um estágio ou emprego é escrever um bom currículo. “Quando não se tem experiência profissional, o ideal é pensar no tipo de experiência de vida que você teve e o que consegue agregar”, diz Daniela. Intercâmbios culturais, de um mês ou até um ano, trabalho de conclusão de curso e até cursos realizados, na área de atuação profissional ou não, agregam valor ao currículo, ensina a gerente.

Outras atividades realizadas na faculdade, como programa de iniciação científica, empresas júniores e agências experimentais, também são importantes para incluir em um primeiro currículo. A especialista lembra que conhecer outros idiomas é fundamental e deve constar no currículo.

Roupas

Outro ponto que preocupa bastante quem não possui experiência profissional é como se vestir para uma entrevista de emprego. Segundo Daniela, nesse aspecto, um bom caminho é estudar um pouco o perfil da empresa. Para isso, ela recomenda procurar na internet a cultura da empresa, perfil de funcionários, em sites como LinkedIn. Ela cita o Love Mondays, site em que os próprios empregados alimentam um banco de dados que pode ser utilizado para se preparar para a entrevista.

A gerente de recrutamento destaca, porém, que o candidato precisa ter a sensibilidade de saber que está em um ambiente profissional. No caso das mulheres, por exemplo, devem ser evitadas roupas muito curtas, decote e maquiagem forte.

Entrevista

O nervosismo também pode atrapalhar durante o período de seleção, principalmente na entrevista individual. Para diminuir essa dificuldade, estudar a localização da empresa para evitar atrasos pode ajudar. Já na frente do entrevistador a dúvida do que falar pode atrapalhar.

O importante, segundo Daniela, é manter o contato visual e ter o cuidado de dar um começo, um meio e um fim às suas histórias, para conseguir mostrar seus pontos fortes e passar suas informações de forma clara. “Vale a pena treinar na frente do espelho, pegar um gravador para ver a forma que você está contando a sua história, ou até pedir ajuda para amigos ou familiares”, sugere a profissional.

Outra dica dada por Daniela é a naturalidade, já que existem vagas para todo tipo de profissional. Agindo de forma natural, o candidato pode encontrar a vaga certa para o seu perfil.

Começo de trabalho

Depois de concluído o processo de seleção, a chegada ao primeiro emprego também pode gerar dúvidas. Nesse ponto, a especialista diz que dar o melhor de si é a chave. “O profissional hoje, quanto mais abrangente ele for, e quanto mais capacidade de ser generalista, melhor é para ele”, acrescenta.

Além disso, a gerente de recrutamento recomenda evitar situações de conflito e procurar sempre a solução dos problemas.

Guilherme Soria (1º semestre de Jornalismo)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s